terça-feira, 18 de abril de 2017

um olhar contemporâneo

Conversando com meu filho,
Estamos de acordo que pessoas com um mínimo de clareza e consciência percebem e necessitam a inclusão da diversidade, dos diferentes, de estar prontos para mudanças de posturas, de olhar, de opinião, de rumos.
Sabem que as definições neste momento são extremamente provisórias e que as transformações constantes tornaram-se parte integrante do mundo. Essa é uma nova  posição. Chamemo-la de Presentes .
Já os conservadores/fundamentalistas sobretudo os de direita neste momento se organizam mais facilmente porque seus contornos, suas propostas são definidas e rígidas. Já têm tudo pronto nos seus manuais. Por isso surgem mais fortes e agrupados. Os presentes, por uma mera questão de inteligência, tem maiores dúvidas e isso dificulta formarem forças coesas. 
É um tempo difícil que requer paciência. A rigidez não suporta a Vida e acabará desabando. Até lá firmemo-nos no que acreditamos.

Saudades de Casa

Tenho vontade de te abraçar
Assim, nós dois nus, de pé, frente a frente
olhar nos olhos, depois fecha-los
Sentir o teu cheiro, esfregar os rostos, o nariz no teu pescoço, no teu cabelo.
Passar as mãos na tuas costas.
Te apertar
Agarrar
Te virar e te agarrar pelas costas e passar as mãos nos teus seios.
Senti-los nas minhas mãos em concha.
Passar as mãos pelos teus cabelos.
Gemer murmurar
Cantar
Dizer coisas gostosas no teu ouvido
Pegar nas tuas coxas, no teu sexo
Na tua bunda
Te arranhar...
Enfim... estar em casa.

sexta-feira, 14 de abril de 2017

Cama e mesa


Penso, que estranho...
Para realizar certas coisas mais difíceis tenho que estar "mal"?
É assim que posso realizar coisas que não faria se estivesse "bem"?
Percebo que por vezes estar "mal" me obriga a tirar o pau da exclusividade da cama
E por o pau na mesa!

sexta-feira, 7 de abril de 2017

tristeza em transito

È tanta tristeza que subitamente minha criança toma conta e faz brotar o pedido
Mãe me ajuda
Repito baixinho várias vezes tirando do baú do coração a frase coberta de poeira e vergonha:
"Mãe me ajuda...”
Uma vez ,
Outra vez...
E a frase vai se tornando intensa ,
Tão real que a vergonha some e a poeira do esquecimento se esvai
 A criança se expõe total e as lágrimas escorrem abundantes

Não me recordo de tristeza tão forte
 Minha fragilidade trepida diante de pensamentos simples, de  paisagens banais, de diálogos displicentes, de meros tons de voz
O pedido de ajuda retumba no peito
Minha garganta boba quer controlar, mas a tristeza teima em saltar pelos olhos.
Em meu caminho na rua me dou conta quer há uns que percebem essas quase lágrimas pedestres
São as que olham e veem os outros
Segundos depois me escondo entre aqueles que trafegam mergulhados no passado ou ensaiando futuros
Desejo queridos no meu presente.
Quero que vejam minha tristeza
Quero ser recebido, acolhido, posto no colo.

Quero um cafuné macio e feminino.

quarta-feira, 5 de abril de 2017

os diferentes


O triste é que uma pessoa passa a representar uma parcela de pessoas que deixaram de pensar e se reduziram a seus umbigos.Um bando de encolhidos que vêem qualquer diferente deles como ameaças . Acontece que como somos todos diferentes uns dos outros, um dia eles vão se estranhar entre eles mesmos. Vão promover a eliminação de quem estiver na lista do diferente eleito da hora. que pode ser "os de cabelo liso", "os de olhos verdes", "os de barriga grande", "os carecas", "os ciclistas", "os cantores", "os cabeleireiros", "os cozinheiros", e por aí irão...

sexta-feira, 17 de março de 2017

confession




- Tell me what happened?

- It happened. I was hipnotized and I fell in a trap. I am feeling lost now 

- Why don't you confess what really happened ?

- I feel ashamed 

- I see sadness all over you. But I am betting on your happiness. When I look at you I see a quite different person from the average ones. I say: believe on yourself! Let that feeling fall down Believe on you Believe in forgiveness  Bet on your man. He is not a common man. He is an incredible man, and he has the guts and the proper matter to make great movements. I would invite you to embrace him. Believe on your love.

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

TEMPO


T E M P O

um dia eu pensei, no dia seguinte dispensei
pensei em tempos
pensei em lugares, 
Pensei em rostos, rasguei a alma
quem sabe colo cada pedaço e emendo no tempo?
tempo é solvente
tempo é anestésico
tempo é abraço
tempo é acolhimento
é sempre tempo